domingo, 30 de maio de 2010

+ Mistério de uma virgula



, Andei pensando, nos mistérios que uma simples virgula pode ter. A vida de cada pessoa começa em uma virgula. Afinal, quando as pessoas nascem, começamos a narrar com um simples paragrafo o instante em que suas mães os viram pela primeira vez. Ninguém se lembra da virgula pois, antes mesmo de você nascer, estava no utero de sua mãe e, ninguém te conhecia antes disso. Ninguém sabe o que você fez antes de nascer, por isto, se tivessem que escrever uma história da minha vida, ela começaria exatamente como este texto, uma virgula. Na verdade, no fim da história, quando narrassem a minha morte, terminaria em uma virgula também. Ninguém sabe que destino tomarei depois de ter a morte como minha companhia. Não quero simplesmente limitar-me a um ponto final.
Se eu fosse escritora, todos os meus textos começariam com uma virgula. Eu contaria o que o personagem fez durante a minha história, e não conheceria ele antes dos fatos. Por isto minha história terminaria com uma virgula, e não com um ponto final.
O ponto final é tão previsível, tão conclusivo... Mas a virgula não : a virgula está sempre te deixando com medo do que irá acontecer depois. E neste caso, o medo é tão doce quanto uma aventura nas férias de verão. O medo, por mais tenebroso e sombrio que seja, é o que deixa nossas vidas imprevisível. O previsivel é chato e sem graça. Todos tem medo de morrer, porque não sabem o que vem depois. E temos medo do imprevisivel.
E não digo que estou terminando este texto. Na verdade este pensamento é extenso. Mas posso apenas deixar minha ultima constatação : EU TENHO PAIXÃO PELAS VIRGULAS, E PONTO FINAL ,

9 comentários:

  1. Já está em andamento a segunda edição do Projeto Sílaba Tônica! Veja na comunidade e participe!
    http://asilabatonica.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Amei o seu texto. E se pararmos para pensar, você tem toda razão em relação as vírgulas. Eu, gostou muito das reticências, pois acredito que é a chance que damos a vida de deixar ela escolher o próprio caminho.

    ResponderExcluir
  3. Tenho paixão por vírgulas também. Se pensarmos nisso, podemos enxergar a complexidade que uma vírgula envolve: ela muda todo o sentido.

    ResponderExcluir
  4. Pois é, uma vírgula apenas pode mudar muita coisa. Principalmente dita por uma escritora, reconhecidamente, por tudo o que escreve. Parabéns!
    Vou seguindo você, sempre com três pontos e, não ponto final... (Risos!...) Três pontos quer dizer que tudo deve continuar...

    ResponderExcluir
  5. Genialmente você conseguiu passar uma idéia e me convenceu kk. E a partir de hoje sou defensor dela.

    Gosto não somente da vírgula, mas também de todos os sinais de pontuação. E pra mim eles nunca morrerão.

    Meu beijo flor!!

    ResponderExcluir
  6. amei o texto.
    você escreveu bastante né?


    adorei o blog.
    to seguindo
    :*

    ResponderExcluir

Não gaste teclado: SE NÃO LEU, NÃO COMENTE. Também não tente me enganar: Eu percebo quando a pessoa não leu nada. (Aliás, tem gente que não lê nem isso aqui).